Rua Innocêncio Dutra de Sant'Anna

por Câmara de Indiaporã última modificação 27/10/2017 09h37
Rua Innocêncio Dutra de Sant'Anna na cidade Indiaporã SP passou a ser a nova denominação da antiga Rua Paraná, conforme Lei 132/1979 Indiaporã SP 05/11/1979

===========================================================================================

 Lei 132/1979 Indiaporã SP 05/11/1979 - Rua Innocêncio Dutra de Sant'Anna

===========================================================================================

===========================================================================================

Rua Innocêncio Dutra de Sant'Anna

INNOCÊNCIO DUTRA DE SANT'ANNA

Data de Nascimento_______

Local de Nascimento: Guapiaçu-SP

Filho de Manoel Dutra de Sant"Anna e dona Maria Inocência

Chegou em Indiaporã em novembro de 1921 de carro-de-boi.

Recebeu 120 alqueires de seu pai, chegando a atingir 200 alqueires com novas aquisições de terras.

Seus filhos do primeiro casamento com Cândida Isaura Santa Cruz vieram na mudança: José, João, Pedro, Ana, Maria, Sebastiana, Geraldina e Marcionília.

Pelo seu jeito habilidoso ficou responsável pelos negócios da família.

Foi também Inspetor de Quarteirão nomeado pela Comarca de Monte Aprazível e do município de Tanabi.

Trouxe professores particulares para alfabetizar seus filhos e dos vizinhos.

Participou da comissão de construção da igreja matriz de Indianópolis. Festeiro de folia de Santos Reis e gostava de festas juninas.

Hospedava viajantes que passavam pela estrada e padres.

Era um líder comunitário. Levava mercadorias para Tanabi e trazia encomendas.

Possuiu engenho de cana e olaria de tijolos. A principal renda familiar era gado e porcos e também objetos de couro.

Casou-se pela segunda vez com Maria Ferreira de Faria e tiveram uma filha: Aparecida Sant'Anna.

Sua terceira esposa, Amélia Ferreira de Faria, era irmã da segunda que faleceu no parto. Amélia concebeu 07 filhos: Isidro, Cristina, Paula, Oderito, Aparecida (Nega), Emília (Inha) e Otacil.

Vendeu suas terras e veio morar em uma chácara no município de Indiaporã. Parte desta chacará foi desapropriada para construção de casas dos trabalhadores na Usina Hidrelétrica de Água Vermelha. (Quadras 50, 51 e 52)

Faleceu dia 12/05/1996, aos 81 anos de idade.

 

======================================================================================

Fonte: Memórias de Indiaporã - Adelino Francisco do Nascimento, Editora Ferjal 2000, páginas 27, 28 e 29.